Mapa

Barro-CE: Sepultado o corpo da adolescente de 15 anos assassinada pelo companheiro


Foi sepultado no final da tarde desta segunda-feira o corpo da estudante Tatiane da Silva Alves, de 15 anos, assassinada pelo seu companheiro por volta do meio dia de domingo dentro da residência do casal. Alvejada com três tiros na boca e na face, ela ainda foi socorrida por policiais do Destacamento Militar de Barro para o hospital local e morreu a caminho quando era transferida ao Hospital Santo Antonio de Barbalha. No mesmo dia o corpo foi trazido para o IML de Juazeiro a fim de ser necropsiado.

Por volta do meio dia de ontem ocorreu a liberação para o velório em Barro que durou cerca de 120 minutos. Às 16 horas, houve missa de corpo presente seguida do sepultamento no cemitério local diante de um clima de comoção. Já o autor do crime, Diogo Ramon Alencar da Silva, de 19 anos, que atirou no queixo com a bala destruindo o globo ocular esquerdo e ficando alojada na cabeça, permanece internado sob escolta da Polícia Militar.

Inicialmente, ele foi socorrido em uma ambulância para a realização de exames com um neurologista no Hospital Santo Antonio de Barbalha e, nesta segunda-feira, terminou transferido a fim de ser submetido a uma cirurgia no Hospital Regional do Cariri de Juazeiro. O homicídio seguido de tentativa de suicídio causou surpresa em Barro, pois vizinhos disseram que o casal levava uma vida normal e era muito apaixonado um pelo outro.

Segundo a polícia, após os disparos contra a mulher e em si próprio, Diogo Ramon ainda jogou água no sangue que escorria de Tatiane. O Soldado Roberto do Destacamento Militar de Barro, que escoltou o acusado até Barbalha, disse que o mesmo chamava muito pelo nome da mulher dizendo que queria “Bebê” como a chamava carinhosamente. Ela ainda não sabia que a companheira tinha morrido durante a viagem em outra ambulância.

De acordo com o militar o jovem se manteve calado durante a maior parte do tempo após muito chamar a mulher. Ele se tornou pensionista do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) com a morte dos pais quando ficou órfão. O crime aconteceu dentro da residência do casal na Rua Aurélio Cardoso. Quando ouviram estampidos de arma de fogo, vizinhos ligaram para a polícia que foi ao local e socorreu ambos. O revólver calibre 32 com quatro cartuchos deflagrados foi apreendido. Tatiane se constituiu na 14ª mulher morta este ano no Cariri e a primeira no município de Barro, onde há mais de dez anos não ocorre o assassinato de mulheres.

Fonte: Miséria
via/varjota em Destaque

VARJOTANOTICIAS.COM

Postado por: Fábio Dourado as 25.7.12. arquivado em , . Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Matérias recentes

Comentários Recentes

GALERIA DE FOTOS

Varjota Notícias - O Site de notícias de Varjota Ceará, Brasil