0
Com dados até setembro, a média é menor que a do mesmo período do ano passado. Houve também redução de casos no terceiro trimestre em relação a 2014. A SSPDS não divulgava esses registros desde setembro de 2013
Nos números oficiais, o Ceará já contabiliza pelo menos 10.482 roubos e furtos de veículos em 2015. Na média, ainda sem a totalização de outubro, são 38,39 veículos sendo roubados ou furtados por dia no Estado. É a contagem oficial mais atualizada, fechada a partir dos boletins de ocorrências registrados até 30 de setembro.

Desses casos ao longo de nove meses, 6.983 foram roubados - quando o veículo foi tomado da vítima com algum tipo de ameaça - e 3.499 furtados - em que a vítima só percebeu posteriormente a perda do veículo. Incluindo aí qualquer carro, moto ou caminhão.

Janeiro (1.279 casos) e maio (1.271), respectivamente, foram os meses com mais ocorrências desses roubos e furtos. E justamente os dois últimos meses de registro, setembro (1.054) e agosto (1.056), somaram menos casos neste ano, até agora.

Os dados são da Assessoria de Análise Estatística e Criminal da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (AAESC/SSPDS). Foram repassados a pedido do O POVO. A totalização de roubos e furtos de veículos no Ceará não está entre as ocorrências criminais disponibilizadas no site da SSPDS (www.sspds.ce.gov.br).

As estatísticas de roubos e furtos de veículos não eram divulgadas pela SSPDS há exatos dois anos, desde setembro de 2013. De lá para cá, foram 31.634 ocorrências neste intervalo – somadas de setembro/2013 a setembro/2015. A média nesses dois anos sem divulgação foi de 41,67 casos/dia.

Queda no trimestre

A baixa de casos em setembro condiz com uma redução que vem ocorrendo a partir de julho. Em 2015, o sétimo mês teve 1.199 ocorrências (778 roubos e 421 furtos), contra 1.394 (862 roubos e 532 furtos) de julho do ano passado. Queda de 13,98%, se comparado os dois julhos. 

Há também uma diminuição na comparação julho-setembro de 2015 para 2014 – tanto mês a mês como no terceiro trimestre completo. Em veículos roubados, foram 2.151 casos entre julho e setembro deste ano contra 2.462 no mesmo período do ano passado (menos 12,6%). Em furtos, levaram 1.158 veículos entre o sétimo e o nono mês de 2015, contra 1.440 registros no mesmo trimestre de 2014 (menos 19,6%).

Na média/dia de roubos e furtos de veículos, 2015 também está com o menor índice entre os três anos. Tomando a referência até setembro de cada ano, foram 38,39 casos/dia este ano, 45,31 em 2014 e 38,56 em 2013.

Por email, a SSPDS informou que não seria possível a separação dos dados por cada Área Integrada de Segurança (AIS) – que é o mapa usado como estratégia de monitoramento do crime no Estado. Pela divisão, seria possível detalhar os bairros da Capital e regiões do Ceará com mais carros roubados e furtados.

Áreas e modelos

O delegado Fernando Cavalcante, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), informou que 6.984 veículos haviam sido recuperados de janeiro até a última segunda-feira, 26. “Esse é um dado preciso porque todo carro localizado depois de roubo ou furto é obrigado a passar por aqui para ser dada a baixa no gravame (sistema de acompanhamento feito pelo Departamento Estadual de Trânsito)”, explica.

Ele indicou ao O POVO pontos da Região Metropolitana de Fortaleza com maior incidência de casos: Parquelândia, Montese, Monte Castelo, Aldeota, Centro, Rodolfo Teófilo, Bairro de Fátima, Maracanaú. E alerta: “os ladrões vão sempre preferir os carros mais novos e com maior poder de venda”. E aponta uma lista desses “preferidos”: HB20, Hilux, Punto, Siena, Corolla, Onix, Golf e Palio. Apesar da queda nos índices de roubos e furtos, o cuidado é necessário.

Números

10.482 veículos foram roubados ou furtados no Ceará este ano. Em set/2015, foram 1.056 registros 

Saiba mais

Áreas com mais ocorrências: Parquelândia, Aldeota, Centro, Monte Castelo, Montese, Rodolfo Teófilo, Bairro de Fátima, Maracanaú

Carros mais roubados/furtados: Corolla, HB20, Hilux, Siena, Punto, Onix, Golf, Palio

301 Inquéritos foram abertos na DRFVC em 2015 (de janeiro até 26/10) referentes a roubos e furtos de veículos e também cargas. “Destes, 90% são referentes a roubos de veículos”, informa o delegado Fernando Cavalcante.

A clonagem é o principal destino dos veículos roubados e furtados no Ceará, segundo o delegado. Os dados do veículo são adulterados para comercialização pelas quadrilhas. O POVO abordou o tema emreportagem no último dia 18/10.

Fonte: O Povo

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top