0
Policial foi avisado sobre 'aborto acidental' e percebeu bebê respirando.
Criança foi levada à incubadora no Hospital no Bairro José Walter.
Do G1 CE
Policial identificou que bebê respirava  (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Policial identificou que bebê respirava (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um policial militar ajudou a salvar um bebê de uma mulher que achava que havia abortado a criança no Bairro Serrinha, em Fortaleza, na noite deste sábado (7). Os policiais do Ronda do Quarteirão afirmam que foram acionados para solucionar um conflito de trânsito no bairro, quando foram avisados sobre a ocorrência de um "aborto acidental", de uma mulher que não sabia que estava grávida.


"Um homem nos avisou que a mulher dele tinha sofrido um aborto e correu em busca de nossa ajuda", relata o policial  Ideraldo Amâncio, em uma rede social. "Eles achavam que o bebê estava morto. A composição de imediato foi averiguar a situação, e a criança estava viva com o cordão umbilical em volta do pescoço", relata o policial.

"De imediato, foi feita a limpeza e desenrolou o cordão do pescoço. Quando o Samu chegou, a criança e a mãe estavam estáveis e tranquilas, abraçadas", diz o policial.

De acordo com o Samu, a família não sabia da gravidez da mãe até o nascimento. A equipe de saúde que cuida do bebê sabe que a criança nasceu prematura, mas ainda não identificou qual foi o período gestação até o nascimento. A criança é mantida em uma encubadora no hospital Gonzaga Mota, no Bairro José Walter.


Fonte: G1 CE

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top