0
Mais de 30% dos motociclistas do Ceará não fazem uso do principal item de segurança para quem pilota motos: o capacete. Os dados  fazem parte da Pesquisa Nacional de Saúde, divulgada neste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o levantamento, 32,5% dos motociclistas do Estado não têm como hábito o uso do capacete, comportamento revelado nas estatísticas de mortos e sequelados em acidentes de trânsito envolvendo motocicletas. O capacete foi incluído em mensagem, já em tramitação na Assembleia Legislativa, para redução da alíquota do ICMS de 12% para 7%, como forma de incrementar o uso pelos motociclistas.
Em 2014 foram registradas 732 mortes por falta de capacete no Ceará, enquanto que no Brasil foram mais 27 mil internações por conta de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas, o que representou gasto de R$ 183,1 milhões para o Sistema Único de Saúde (SUS). A partir de 2010, o maior número de óbitos ocorreu em 2012, com 841 mortes de motociclistas e garupeiros, de acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.
Atendimentos - No Instituto Dr. José Frota (IJF), principal hospital de referência em traumas do Ceará, os atendimentos a acidentados com motocicletas somaram 7.382 pacientes no primeiro semestre de 2014 e 6.755 pacientes no mesmo período deste ano. No Hospital Regional do Cariri (HRC), do Governo do Estado referência em trauma para toda a macrorregião do Cariri, foram realizados 3.782 atendimentos a motociclistas acidentados em todo o ano de 2014, com 14 mortes, e 2.677 atendimentos até setembro deste ano, também com 14 óbitos. Estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que usar capacete corretamente reduz em até 40% o risco de morte e em até 70% as chances de sofrer ferimentos graves na cabeça. O Ministério da Saúde, por sua vez, aponta estudos mostrando que o uso de capacetes pode prevenir cerca de 69% dos traumatismos crânio-encefálicos e 65% dos traumatismos da face.
O capacete é um item de segurança obrigatório para os motociclistas, conforme o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), e é fundamental para evitar consequências mais graves em acidentes de trânsito. Quem não usa o capacete, além de colocar a própria vida em risco, comete uma infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e suspensão direta do direito de dirigir.
*** G1-CE

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top