0
Nola passou por eutanásia aos 41 anos após sofrer uma série de doenças.
Três últimos exemplares da espécie vivem em reserva no Quênia.
Da AP
A rinoceronte branco Nola, em foto de 31 de dezembro de 2014 (Foto: AP Photo/Lenny Ignelzi, File)
A rinoceronte branco Nola, em foto de 31 de dezembro de 2014 (Foto: AP Photo/Lenny Ignelzi, File)

Um popular rinoceronte branco foi sacrificado no San Diego Zoo Safari Park após sofrer uma série de problemas de saúde.


O jornal “Los Angeles Times” afirma que, aos 41 anos, Nola era considerada muito idosa e sofria diversos problemas relacionados à idade avançada, incluindo artrite.

A rinoceronte também tinha recebido tratamento para um abcesso recorrente em seu quadril.

Funcionários do zoológico disseram que Nola passou pelo processo de eutanásia na manhã de domingo (22) após sua condição se deteriorar. Ela era uma atração do Safari Park desde 1986.

A morte de Nola deixa apenas três rinocerontes brancos vivos no mundo. Todos estão em um santuário no Quênia, protegidos de caçadores por guarda-costas armados que os acompanham o tempo todo.


Fonte: G1

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top