0

Equipamentos foram apreendidos por excesso de barulho, diz secretaria. Proprietários dos 'paredões de som' não resgataram equipamentos.

Tratores destruindo paredões de som

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza (Seuma) vai destruir nesta sexta-feira (4) 245 "paredões de som", equipamentos sonoros instalados em veículos, por excesso de barulho. Segundo a secretaria, os proprietários dos equipamentos não foram resgatados no prazo estabelecido em lei e muitos se encontram deterioradas por conta da ação do tempo.


Este é o segundo descarte de equipamentos sonoros promovidos pela Seuma em 2015. No primeiro semestre deste ano, no Dia Mundial de Conscientização sobre Ruído, em abril, foram descartadas 100 estruturas e nove foram doadas. Ao todo, em 2014, 516 materiais foram descartados e outros 114 doados a entidades. Em 2013, mais de 90 equipamentos foram descartados.



Os materiais destruídos são encaminhados para empresa especializada em coleta de resíduos eletrônicos. Estes componentes são separados e destinados para o setor industrial a fim de serem reutilizados. A madeira e demais materiais seguem para a Rede de Catadores do Ceará, incrementando uma arrecadação fomentada pela Prefeitura de Fortaleza.



As equipes de fiscalização da Seuma, em parceria com demais órgãos, como o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), apreenderam, até novembro deste ano, 571 equipamentos sonoros irregulares.


Poluição Sonora

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a poluição sonora é a terceira forma de poluição que mais afeta o planeta. Dada a sua repercussão na saúde e no meio ambiente, é considerada um problema de saúde pública mundial. Por conviver com o barulho, as pessoas, em muitos casos, não percebem os efeitos maléficos na saúde e na qualidade de vida. Cerca de 120 milhões de pessoas no mundo têm a audição afetada pelo ruído.

Fonte: http://plantaopolicialceara.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top