1


Você sabia que alguns alimentos comuns em nossa cozinha podem ser altamente perigosos à nossa saúde?

Não é alarmismo, e sim informação útil.

O que acontece é que algumas comidas podem ser bastante tóxicas. Por isso é muito importante sabermos quais e quando evitá-las.

Veja quais são:

1. Tomate

Algumas pessoas gostam de comer tomate verde.

Mas isso não é nada saudável.

Nos tomates verdes, há muita solanina, uma substância toxica venenosa que, quando ingerida, pode causar sintomas como náusea, vômito, cólicas, diarréia, arritimia, tontura e dor de cabeça.

Em caso extremo, podem acontecer também alucinação, dormência, paralisia e febre.

Mas atenção: este risco de toxidade só existe nos tomates verdes.

Os maduros você pode comer sem medo (especialmente se forem orgânicos).

2. Noz-moscada

Ela pode ser alucinógena e consumir 5 gramas já pode causar cólicas em algumas pessoas.

Achou pouco?

Pois saiba que o consumo de 8 gramas de noz-moscada pode levar qualquer um a ter convulsões.

Apenas uma noz-moscada consumida de uma vez só é capaz de nos levar a uma alteração mental.

3. Batata-inglesa

É o mesmo caso do tomate.

Não é qualquer batata que pode ser tóxica, mas aquelas que vêm com uma pelezinha verde, ou seja, que ainda não está completamente amadurecida.

Você já comprou uma assim?

Em fase de brotamento, isto é, quando está brotando, a batata-inglesa também é tóxica.

O risco também se deve à solanina.

A solanina é tóxica para o organismo humano e não é destruída por processos como o cozimento.

Os principais sintomas de sua intoxicação são diarreias, vômitos e outros problemas gastrintestinais.

4. Amêndoas

Sabemos que há dois tipos de amêndoas: doce e amarga.

As amargas têm cianeto de hidrogênio, o que é perigoso para adultos e crianças.

5. Atum

Ele é perigoso porque absorve o mercúrio do mar, já que infelizmente este está poluído e cheio de metais pesados.

O correto é que os rins eliminem o mercúrio e outras substâncias tóxicas.

Mas, quando os rins estão esgotados, isso não ocorre, e o mercúrio pode chegar ao cérebro, causando vários danos.

O perigo é tanto que a agência americana de alimentos e medicamentos (FDA) recomenda que gestantes e crianças evitem completamente consumir atum.

Fonte: curapelanatureza

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top