0
Um ex-seringueiro cearense, morador da comunidade Estirão do Alcântara (Acre), pode ser o homem mais velho do mundo, pois com 131 anos desbanca o último homem reconhecido com o título - Yasutaro Koide, 112 anos. A história de João Coelho de Souza foi divulgada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS-AC). A certidão de nascimento do idoso diz que ele nasceu em 10 de março de 1884, em Meruoca (CE).

O cearense aposentado é pai de três filhos e mora com a esposa de 62 anos e uma neta de 16 anos, que cria como filha. A família disse que ele é bastante lúcido. João recebeu a visita de um funcionário do órgão para a comprovação de vida dele, procedimento que ocorre com pessoas seguradas com mais de 90 anos.

A visita do INSS à casa do aposentado ocorreu quando ele teria 129 anos, mas a história repercutiu nas redes sociais após uma postagem do gerente da agência central do INSS em Rio Branco, Kennedy Afonso.


Segundo Kennedy, que substituiu um fiscal na renovação de procuração, o cearense foi para o Acre quando tinha 11 anos. "Faço um apelo ao governo do Estado e/ou ao prefeito de Sena Madureira, que determinem ao órgãos competentes para que façam um levantamento e, confirmando-se a veracidade dos fatos, que reivindiquem a inscrição no Livro dos Recordes, com certeza é o homem mais velho na face da terra", disse.

Recorde
Após a morte de Sakari Momoi, aos 112, Yasutaro Koide foi reconhecido como homem mais velho do mundo pelo Guinness World Records. Koide mora em Nagoya, no Japão, e nasceu em 13 de março de 1902.



O Povo Online

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top