0
Um pai admitiu ter assassinado sua filha de 16 dias de vida após espancá-la até a morte em um ataque brutal realizado em sua casa, localizada em Stockport, na Inglaterra. Matthew Higham, de 23 anos de idade, declarou-se culpado de matar Florence Liberty Mae Higham, durante o primeiro dia de seu julgamento em Preston Crown Court.
De acordo com o Procurador Gordon Cole, a menina sofreu extensas lesões quando era cuidada por seu pai, depois de ser repetidamente socada e/ou jogada contra uma superfície rígida. Matthew Higham, de 23 anos, admitiu ter assassinado sua filha de 16 dias de vida após um ataque brutal realizado em sua casa, localizada em Stockport, na Inglaterra. Foto: TheSun A menina foi levada para o Hospital Stepping Hill, em Stockport, mas lá foi declarada morta. De acordo com informações apresentadas no tribunal, Matthew estava cuidando do bebê enquanto Sharon Collins, a mãe, visitava um parente doente. Cole afirmou que o agressor realizou uma chamada para os serviços de emergência dizendo que sua filha estava sangrando pelo nariz, pela boca e também pelos ouvidos, mas negou que os ferimentos tivessem acontecido quando a criança estava com ele. Inicialmente ele disse que a filha havia começado a sangrar enquanto comia. A vítima sofreu ferimentos no crânio e múltiplas fraturas nas costelas, lesões faciais e hematomas, o que lhe causou um dano cerebral agudo. Ela também sofreu lesões internas e danos em órgãos, incluindo o laceramento do fígado. Uma investigação apontou que o assassino tentou limpar o local do crime antes de o serviço de emergência chegar. Ele será sentenciado em breve.
*****Gadoo

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top