0
Em menos de 24 horas, subiu para 20 o número de mulheres assassinadas no Ceará neste mês de janeiro, começo do ano de 2016. Em dois episódios de violência, três mulheres foram mortas no Interior. Uma adolescente acabou executada pelo ex-namorado em São Luís do Curu. Em Russas, duas amigas foram executadas sumariamente.

Os crimes não foram ainda contabilizados nas  estatísticas da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).  Contudo,  os corpos das vítimas já passaram por exames nos Núcleos da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).
Era por volta de 12h30 de quarta-feira (27), quando a adolescente Talita da Silva de Andrade, 16 anos, foi morta, a tiros, na porta da Escola Francisco Honorato, na cidade de São Luís do Curu (a 79Km de Fortaleza).
Segundo as primeiras informações da Polícia, o principal suspeito do assassinato é um ex-namorado da garota, identificado apenas por “Davi”, que está foragido. Para as autoridades, tratou-se de um crime passional.
Duplo
Já na cidade de Russas (a 163Km de Fortaleza), na Região do Vale do Jaguaribe, duas mulheres foram executadas a tiros  no bairro Mutirão, na periferia. Era por volta de 19h30, quando aconteceu o duplo homicídio na Travessa Antônio Cordeiro, nas proximidades da sede local do Detran, no bairro Lagoa do Toco.
Débora Tânia Pereira da Silva, 24 anos de idade, ex-presidiária, conhecida como “Débora Bozó”; e sua amiga, Maria Tânia Pereira da Silva, 41 anos, ambas naturais de Russas, foram surpreendidas por bandidos em uma motocicleta e executadas sumariamente com vários tiros de pistolas de calibre 380.
Segundo a Polícia, Débora já havia cumprido pena na cadeia por envolvimento no tráfico de drogas. As suspeitas são de que o crime esteja ligado a um “acerto de contas”  entre as vítimas e traficantes que atuam naquele Município.  Dois dias antes, um taxista também foi morto na periferia da mesma cidade, com suspeita também de ligação com drogas.
Veja a lista completa das mulheres mortas no Ceará em 2016:
01 – Vítima não identificada (bala) – Rua 9/Condomínio Marcos Freire (Mondubim-Capital)
02 – Talita da Silva Pontes (bala) – Rua Josias Paula de Sousa (Vicente Pinzón-Capital)
03 – Débora Sousa Dias (bala) – Rua Pedro Alencar (Tancredo Neves-Capital)
04 – Evânia Facundo de Sousa (bala) – Localidade de Volta (Aracati)
05 – Amanda Bezerra dos Santos (bala) – Rua Antônio Pita/Santa-Fé (Messejana/Capital)
06 – Benilda Ferreira da Silva (bala) –  Bairro Alto Novo (Sobral)
07 – Aline da Silva Oliveira (estrangulada) – Localidade Sítio Escondido (Ibiapina)
08 – Luciana Matos da Silva (bala) – Rua Professora Laura Oliveira/Bairro Buriti (Pacajus)
09 – Viviane da Silva (facadas) – Bairro Flores (Iguatu)
10 – Deusiane da Silva Santos (bala) – Localidade Lagoinha (Tabuleiro do Norte)
11 – Maria Vilanir Pinto do Nascimento (foiçadas) – Localidade Agrovila (Aracoiaba)
12 – Maria Célia Gonçalves da Silva (bala) – Rua Senador Alencar (Centro-Capital)
13 – Karliane Alves dos Santos (bala) – Rua 23/Conjunto Timbó (Maracanaú)
14 – Antônia Maria Bernardes Rodrigues (bala) – Bairro Campo Velho/Mutirão (Quixadá)
15 – Antônia Maria Gomes da Silva (bala) – Ponte do bairro Patriarcas (Crateús)
16 – Juliana de Oliveira Gomes (bala) – Localidade Jabuti (Eusébio)
17 – Nayana Viana Rodrigues (bala) – Av. Central (Conjunto Esperança/Capital)
18 – Talita da Silva Andrade (bala) – Sede (São Luís do Curu)
19 – Maria Tânia Pereira da Silva (bala) – Bairro Mutirão/Sede (Russas)
20 – Débora Alves de Sousa (bala) – Bairro Mutirão/Sede (Russas)

Fernando Ribeiro

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top