0
Quatro casos de duplos assassinatos foram registrados pelas autoridades policiais durante o fim de semana em todo o estado. Dois deles ocorreram na região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e os demais no Interior. Entre as oito vítimas, estão duas mulheres.
Um  duplo crime de morte chocou os moradores do bairro Aldeia Park, na periferia da cidade de Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza (49Km da Capital), neste fim de semana. Uma idosa de 69 anos e seu filho foram  executados, a tiros,  na porta de casa.
O crime ocorreu por volta das 11 horas de domingo (21), quando a dona de casa Terezinha de Almeida Lira, 69, e seu filho, Jocélio de Almeida Gomes, 46, foram atacados por bandidos armados que estava em uma motocicleta. Mãe e filho se encontravam em casa, na Rua Antônio Falcão, quando foram fuzilados. A mãe pediu aos bandidos que poupassem a vida do filho, e terminou sendo também assassinada.
O segundo crime com duas vítimas ocorreu ainda na tarde de sexta-feira (19),  na zona rural do Município de Jaguaretama, na região do Vale do Jaguaribe (a 241Km de Fortaleza). Os corpos de um casal foram encontrados carbonizados no interior de uma caminhonete Montana, na localidade Lagoa da Pedra.
Informações extra-oficiais dão conta de que as vítimas seriam dois irmãos, identificados como Gildete e “Melado”. Os dois seriam também  irmãos do assaltante, pistoleiro e traficante de drogas Ricardo Saraiva Diógenes, preso em Fortaleza, horas antes, suspeito de ter ordenado a morte do policial militar subtenente Carlos Herbênio Almeida Bezerra, comandante do Destacamento da PM naquele Município. O militar foi executado, a tiros, na manhã de sexta-feira, quando fazia uma caminhada matinal.
Mais casos
O terceiro duplo assassinato aconteceu na cidade de Bela Cruz (a 220Km de Fortaleza), por volta do meio-dia de sábado. O jovem  Paulo Crisney Araújo, 19 anos, foi assassinado a tiros. Os criminosos fugiram, mas um deles acabou sendo perseguido por populares assassinado por meio de linchamento. A vítima, não identificada, foi atingida a pedradas, pauladas, golpes de faca e espancamento.
O quarto duplo homicídio ocorreu no Centro de Triagem Criminológica da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), em Caucaia, na RMF. Os detentos Elton Ribeiro de Sousa e Ênio Goes Teles foram obrigados a tomar um “coquetel” de cocaína e outros produtos químicos. O crime teria sido ordenado por uma facção criminosa. Aparentemente, os cadáveres não apresentavam marcas de agressão.

Fernando Ribeiro

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top