0
Alguns baleadoschegaram no Frotinha de Messejana em caçamba de veículos. Todos morreram ali
Dois projetos de lei que estão tramitando na Câmara Municipal de Fortaleza (CMF) prevêm que duas ruas do Conjunto São Cristóvão recebam os nomes de dois jovens mortos na chacina ocorrida  em Fortaleza. Aconteceu em novembro último na Grande Messejana. 
A matança  completou quatro meses e até agora nem a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ou o Governo do Estado não vieram a público informar a sociedade sobre como andam as investigações.
Segundo o projeto, duas ruas do Loteamento  São Cristóvão passariam a se denominadas de Jardel de Lima Campos e Alef de Sousa Cavalcante em homenagem aos dois adolescentes. Ambos tinham 17 anos e não possuíam nenhum histórico criminal.  Eram estudantes e faziam parte de projetos culturais e esportivos do bairro onde moravam.
Na manhã  desta quarta-feira (23), o projeto de lei foi lido na tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza pelo vereador João Alfredo (PSol) e não houve contestação para sua aprovação.
Chacina
Na madrugada de 12 de novembro do ano passado, 11 pessoas foram assassinadas e outras sete ficaram feridas  em suas residências  ou em via pública nos bairros Lagoa Redonda, Curió e no Conjunto São Miguel.  Todas foram atingidas por vários tiros de pistolas de calibres Ponto 40 e 9 milímetros, a maioria na cabeça. Supostamente, a matança teria sido uma vingança pela morte de um policial militar ocorrida horas antes, na Lagoa Redonda.
As investigações iniciadas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) fopram transferidas para a Controladoria Geral de Disciplinaa dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD), por determinação pessoal do governador do Estado, Camilo Santana (PT),  diante de indícios de participação de agentes da Segurança.
De ale até agora o Governo permanece silente sobre o que já foi apurado. Santana pediu o apoio da Polícia Federal nas investigações.  Caberia à PF auxiliar nos exames periciais em armas, munições, roupas  e outros objetos recolhidos nas cenas dos crimes.

Veja a lista dos mortos na chacina:
1 – Antônio Inácio Álisson Cardoso
2 – Jardel Lima dos Santos
3 – Alef Sousa Cavalcante
4 – Marcelo da Silva Mendes
5 – Patrício João Pinho Leite
6 – Jandson Alexandre de Sousa
7 – Francisco Elenildo Pereira Chagas
8 – Valmir Ferreira da Conceição
9 – Pedro Alcântara Barroso Filho
10 – Marcelo da Silva Pereira
11 – Renaylson Girão da Silva
.blogdofernandoribeiro.com.br

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top