0
Baladeira, animada, divertida e direta nas intenções e nas atitudes, Munik não teve dificuldades em arrebatar a torcida mais pró-ativa do BBB16, que hoje teve o prazer de ver sua musa consagrada vencedora - e milionária - no reality show. Cacau, a segunda colocada, levou para casa 150.000 reais, além de um carro e 10.000 reais ganhos após conquistar a liderança.
O prosaico português, embalado pela mania de suprimir o "s" das palavras, e a ausência de um repertório maior de conhecimento não tiraram o brilho da carismática goiana, que logo chamou a atenção pela beleza. Com o desenrolar do jogo, no entanto, Pequi (apelido carinhoso dado por Pedro Bial) provou ser uma mulher que vista de perto foge do clichê de ser "algo mais do que um rostinho bonito". Aos 19 anos, a mais jovem vencedora do programa mostrou uma inteligência emocional rara para lidar com fatores como competitividade, picuinhas, armações, estratégias e frustrações.
Munik também driblou com maturidade o comportamento intempestivo de Ana Paula e Ronan, seus aliados no jogo. Falou aos dois o que lhe veio à cabeça, sem poupá-los. A amizade com a mineira, aliás, convenceu mais o público do que o par formado por Cacau e Matheus. Para os espectadores, "Annik" (junção de Ana e Munik) foi o verdadeiro e mais interessante casal do reality show. Não à toa, a goiana herdou os fãs de Ana Paula depois que a jornalista foi expulsa por desferir dois tapas na cara de Renan.

E por falar no modelo, a morena não viu o tão desejado romance com Renan engrenar, apesar de ter roubado alguns beijos do rapaz. E ainda sofreu uma decepção e tanto ao descobrir que Laham, com quem também trocou carinhos, não passava de um ator disfarçado de ex-BBB libanês. Um de seus grandes trunfos, porém, sempre foi dar um novo significado às frustrações. Assim, não hesitou em mandar Renan para o paredão em função do jogo nem em transformar a história com Laham em piadinhas divertidas - como não rir do apelido dado ao moço, Camelo, e dos planos da goiana de dar uns bons tapas na cara dele aqui fora? A torcida para os dois ficarem juntos é enorme, mas novos pretendentes certamente não faltarão.
As festas do BBB16 não seriam as mesmas sem a animação da garota, que não se conformava em dizer adeus à pista de dança mesmo diante do sol surgindo no Projac. Se Cacau, sua principal antagonista na reta final, teve como marca registrada na atração o choro compulsivo e convulsivo, Munik derramou lágrimas pontuais, mas memoráveis. Um bom exemplo foi a tristeza com a partida da cachorrinha Ana, que passou um dia na casa com os brothers, e o abraço demorado em Ronan ao saber que havia chegado o momento de se separarem.
A bela morena, que antes de o programa começar anunciou que sonhava em cursar jornalismo e apresentar o Jornal Nacional, tem à frente um futuro que pode ser brilhante. Que saiba aproveitá-lo ao máximo, como curtiu cada festa no BBB16.
*** Revista Veja

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top