0
 O Ministério Público Federal denunciou a subcelebridade Val Marchiori por ter obtido um financiamento ilegal no Banco do Brasil por meio do programa BNDES Sustentação do Investimento, de R$ 2,792 milhões, para a compra de caminhões. Segundo a denúncia, Val teve a colaboração de seu irmão, Adelino Marchiori, e do gerente do Banco do Brasil Alexandre Canizella, para alterar um mês antes do financiamento o objeto social da Torke Empreendimentos, empresa pela qual contraiu o empréstimo e, dessa maneira, se adequar à linha de crédito pretendida. Foi por meio desse contrato que Val, depois de pegar o empréstimo para comprar caminhões para a empresa, pediu para usar o restante do limite de crédito aprovado, de R$ 3 milhões, para comprar um Porsche Cayenne. A propósito, o MPF não cita na denúncia o então presidente do Banco do Brasil e atual presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, amigo de Val.
*****Globo

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top