0
Em meio à crise que atinge o sistema penitenciário cearense, Antônio Jussivan Alves dos Santos, o “Alemão” foi transferido para um presídio de segurança máxima fora do Ceará. A informação pertence ao Sindicato dos Agentes Penitenciários do Ceará (Sindasp-CE). O preso foi um dos comandantes ao assalto ocorrido no Banco Central, o maior da história do Brasil.
De acordo com Valdemiro Barbosa, presidente do sindicato, “a transferência aconteceu há aproximadamente dez dias, quando um buraco foi encontrado perto da penitenciária de Pacatuba”. Na ocasião, um casal foi preso com material para escavação. Suspeita-se que o buraco foi encomendado por alguns homens que cumprem pena na unidade, entre eles, o Alemão. Na época, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) negou que tivesse ocorrido alguma fuga.
Segundo Barbosa, a transferência ocorrida recentemente, seria uma maneira de evitar a fuga do preso, considerado um dos mais perigosos do Ceará. No entanto, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) nega a informação e afirma que Alemão cumpre pena no sistema penitenciário cearense.

Fonte:CNEWS

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top