0
Na tarde de hoje (03/5) a diretoria se reuniu com Defensores Públicos do Núcleo de Atendimento ao Preso Provisório – NUAPP. Foi abordada a questão irregular dos presos nas delegacias de polícia civil.

A preocupação do sindicato é a interferência direta da interdição da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinho (CPPL II) no trabalho dos servidores policiais civis que atuam, já de forma ilegal, na custódia de presos em delegacias.

Estiveram presentes na reunião a Defensora Pública Gina Moura, Supervisora do NUAPP, além dos Defensores Delano Benevides e Emerson Castelo Branco.

Em 2013 a Defensoria, através do NUAPP, pediu a demolição das carceragens, mas o processo continua sem solução. O Sinpol pede atenção especial desta demanda e explica que a situação está caótica. Existem casos de presos condenados que ainda estão nas delegacias.

A supervisora do núcleo se comprometeu em atuar no caso e tentar resolver o problema que perdura a muitos anos. Francisco Lucas, diretor do Sinpol, afirma que a situação está insustentável e todos fogem da responsabilidade dos presos. Temos documento do juiz corregedor em que o mesmo nega ser o responsável pelos presos nas delegacias, enquanto isso policiais civis continuam em desvio de função, afirmou o diretor.

SINPOL/CE

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top