0
A turca Zuhal Sengul, de 31 anos, perdeu o emprego como comissária de bordo. A moça, que trabalha numa companhia aérea chamada Turkish Airlines e é, pelo que se vê nas fotos, um avião, fez um vídeo em que mostrava seus dotes físicos. Ela decolou na carreira de modelo, mas perdeu o rumo na de comissária: foi demitida por justa causa. Zuhai, que diz adorar mudar o corte e a cor do cabelo, fez um ensaio para uma revista italiana de fotos sensuais. Para divulgar o ensaio, a aeromoça se jogou num vídeo que bombou na Turquia.
As imagens mostram a comissária sensualizando de biquíni e lingerie. Também revelam os bastidores do ensaio. De biquíni, ela brinca com produtores e fotógrafos. Ela posou em volta de uma piscina, num belo dia de sol.
O vídeo foi considerado "proibido" e "impróprio" pela empresa porque teria "cenas picantes". A comissária nega com veemência: "Foi apenas um ensaio normal". Mas teve festinha nesse ensaio para o vídeo?
"Não, só teve brincadeira para descontrair o fotógrafo e a equipe", diz ela, que tem mais de 25 mil seguidores no Instagram.
Alguns vídeos circularam pelo país mostrando uma modelo fazendo sexo. Não era Zuhal, porém, quem aparecia nas imagens. As imagens verdadeiras, segundo ela, mostram apenas os bastidores do ensaio. São imagens sensuais, mas que não mostram a comissária nua. Ela aparece apenas de biquíni e vestido com decotes.
O que ela está acostumada: Zuhal é modelo. Mesmo assim, ela foi demitida pela empresa. Porta-vozes da companhia disseram que as imagens vão contra "as normas internas"
Mais informações no link abaixo:
Fonte:R7

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top