0
Uma operação da Polícia Federal prendeu, nesta quarta-feira (20), o vereador Manuel Raimundo Rodrigues Neto, mais conhecido comoNeto do Planalto, por falsificação de documentos e envolvimento na prática de aborto ilegal.
O vereador foi preso com uma cartela de Cytotec - medicamento utilizado para induzir o parto ou aborto - receituários médicos e atestados para fraudar licenças.
A investigação apura, agora, a origem do medicamento. A PF suspeita que Manuel Raimundo, presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Caucaia, patrocinava abortos ilegais e fornecia atestados em troca de votos.
*** Informações com Maurício Moreira via Ceará News 7

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top