0
Um vídeo flagrou o momento em que um filhote de jacaré-tinga atravessa os corredores do bloco do Centro de Ciências Biológicas e da Natureza (CCBN) na Universidade Federal do Acre (Ufac), em Rio Branco. Nas imagens, divulgadas no Facebook no domingo (30), um homem tenta afastar o animal que anda calmamente pelo local.
As imagens viralizaram no Facebook e vários acadêmicos comentaram a situação e ficaram divididos. Alguns fizeram piada da situação. Um deles escreveu: "e eu achando que só tinha que me preocupar com as notas baixas" e outro afirmou: "nunca mais corto caminho a noite ali".
Enquanto isso, outros internautas pediram respeito e espaço para o animal, alegando que o habitat natural do jacaré é que foi invadido. Uma mulher, por exemplo, escreveu que entendia a felicidade do cinegrafista das imagens, mas ressaltou o perigo de chegar tão perto de um animal silvestre. "Além do estresse que pode causar ao animal, alguns ataques ocorrem por isso", alertou.
Outros comentaram que encontrar animais na universidade é comum e relataram que já encontraram cobras e avistaram capivaras. A bióloga Joseline Guimarães diz que o jacaré-tinga (Caimam crocodilus) tem ampla distribuição na América do Sul, sendo comum em lagos, igarapés e rios do Acre. O animal, segundo ela, estava se deslocando à procura de um local mais propício para se alimentar.
"Neste momento, é necessária a compreensão dos cidadãos em garantir a segurança do animal, pois o mesmo tem grande importância no equilíbrio do ecossistema", finaliza.
***** Informações com: G1

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top