0
O crânio foi encontrado nesta quinta-feira (9), por um pescador identificado como Antônio Conrado de Moura. Era a primeira vez que Antônio pescava na Lagoa do Mingau, no bairro Conjunto Industrial, no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. O crânio ficou preso à rede do pescador.

Ao chegar à lagoa, Antônio lançou a rede como costumava fazer. O pescador logo percebeu que o equipamento de pesca tinha ficado preso em algo no fundo da lagoa. Quando puxou a tarrafa, ficou surpreso, pois em vez de peixe, o pescador tinha encontrado parte do crânio.
Antônio, que acreditava que o restante da ossada poderia ser encontrado, acionou o Corpo de Bombeiros que iniciou buscas na região, mas apenas um maxilar foi encontrado.
Populares informaram que um morador da região, conhecido como “Pezim” está desaparecido há três meses. Por isto, acredita-se que este crânio pode ser deste morador. Anteriormente, uma busca na lagoa já tinha sido feita para encontrar o corpo do homem, mas nada tinha sido encontrado.
*** Informações com CNEWS

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top