0
Foram confirmados nesta sexta-feira (12), cinco óbitos no Ceará, por chikungunya, de acordo com a Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa). Outras 40 mortes estão sendo investigadas.
Até o dia 13 de maio de 2017 foram notificados 41.723 casos da doença, sendo 13.312 confirmados. Os cinco óbitos ocorreram em Beberibe, Caucaia, Fortaleza (2) e Pacajus.
O combate da chikungunya, dengue e zika, segundo a Secretaria está sendo feito em todo o estado, através de visitas técnicas, fornecimento de material de apoio aos agentes de controles de endemias municipais, distribuição de 10 mil rolos de telas para depósitos de água e aplicação de fumacê.

Para evitar a infestação do mosquito, a eliminação de criadouros deve ser realizada pelo menos uma vez na semana, principalmente porque, segundo a Sesa, a maioria dos focos do Aedes são encontrados dentro de casa.

Fonte: Ceará Agora

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top