0
Ex-governador tem o prazo de 10 dias para apresentar defesa.

A Justiça Federal aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-governador Cid Gomes por suposta prática do crime contra o Sistema Financeiro Nacional. Inicialmente proposta na 32ª Vara Federal de Fortaleza, a ação foi encaminhada para a 18ª Vara Federal em Sobral.

Cid é acusado de obter fraudulentamente junto ao Banco do Nordeste do Brasil um financiamento no valor de R$ 1,3 milhão para a construção de um galpão para locações em sua terra natal, a cidade de Sobral (a 224Km de Fortaleza). A pena máxima somada dos dois crimes pode ultrapassar 12 anos de prisão.

Cid é acusado de obter fraudulentamente junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB). um financiamento no valor de R$ 1,3 milhão para a construção de um galpão para locações em sua terra natal, a cidade de Sobral. A pena máxima somada dos dois crimes pode ultrapassar 12 anos de prisão.

O que d
iz a Ação:

No dia 27 de agosto de 2014, os gerentes gerais e de negócios da agência do Banco do Nordeste do Brasil em Sobral/CE, Acy Milhomem de Vasconcelos e Micael Gomes Rodrigues, teriam recebido proposta de financiamento da empresa Corte Oito Gestão e Empreendimentos Ltda, dos sócios Cid Ferreira Gomes e Ricardo Sérgio Farias, para a construção de condomínio de galpões para locação e teriam emitido parecer favorável ao financiamento pleiteado no valor de R$ 1.335.700,00, com 100% do valor financiado pelo BNB, no âmbito do programa FNE­MPE­Serviços (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste ­ Programa de Financiamento às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e Empreendedor Individual), em desacordo com as normas do FNE e com base em previsão de faturamento inexequível da empresa mutuária.

Fonte: Cearanews7

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top