0
Os dados são da Secretaria de Saúde. Das mortes registradas, 40 ocorreram em Fortaleza.

Subiu para 51 o número de mortes por chikungunya no Ceará apenas em 2017. Segundo dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), divulgados nesta sexta-feira (14), o estado já tem 54.096 casos confirmados da doença neste ano.

Das mortes registradas, 40 ocorreram em Fortaleza e as outras nos municípios de Acopiara (1), Beberibe (2), Caucaia (3), Maranguape (2), Morada Nova (1), Pacajus (1) e Senador Pompeu (1). Dos óbitos confirmados, 30 eram homens e 21 eram mulheres, com idade entre 10 e 94 anos.

Segundo o boletim, dos casos confirmados, 66,9% (36.186) concentraram-se nas faixas etárias entre 20 e 59 anos e o sexo feminino foi predominante em todas as faixas etárias à exceção dos menores de um ano e daqueles com idades entre cinco e 14 anos. A doença foi registrada em 143 municípios cearenses.

Até o momento, foram notificados 62.796 casos de dengue, sendo que destes, 15.236 casos foram confirmados. Já a zika tem 2.593 casos suspeitos neste ano, dos quais 415 deles foram confirmados.

Com informações do portal Cnews

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top