0
Qian Hongyan inspirou milhões com sua ambição de competir como nadadora nos Jogos Paraolímpicos de 2012 em Londres. Em 2000, ela se feriu tragicamente em um acidente de carro, quando tinha apenas 3 anos. Para garantir sua sobrevivência, os médicos foram obrigados a amputar suas pernas. A família de Qian, que vive em Zhuangxia, China, não podia comprar próteses modernas para a garota, e em vez disso utilizou metade de uma bola de basquete para apoiá-la. Uma vez na bola, ela usa dois suportes de madeira para ajudá-la a se movimentar.
A garota ia sozinha para a escola. Sua história é amplamente divulgada na China, o que chamou a atenção do governo, e hoje Qian tem um bom par de pernas protéticas. Ainda assim, a garota diz que gosta de usar a bola, pois é mais fácil de entrar e sair da piscina com ela.
As fotos dela, criança, usando uma bola de basquete como suporte, foram tiradas em 2005, quando tinha 10 anos de idade. Qian encontrou outras oportunidades. Ela se juntou a um clube de natação local para deficientes, o primeiro do gênero no país, patrocinado pela Federação Provincial de Desabilitadas de Yunnan.
No início, ela achou difícil.
- "Eu tive que me esforçar muito mais do que outras crianças quando aprendi a nadar", disse Qian à China Daily em 2011. "Parecia que não havia nenhuma maneira de flutuar na água. Eu me sentia sufocada".
Devido à sua condição e sua luta, ela se tornou uma atleta famosa e bem sucedida, treinando durante quatro horas todos os dias. Sua história amplamente divulgada nas redes sociais, serve de inspiração para o mundo inteiro. Ela espera um dia, ganhar as medalhas para o seu país nos Jogos paraolímpicos.
***** Informações com: Bocao64

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top