0
Eli Cox, cinco meses, morreu após sofrer 28 fraturas nos ossos e de ter sido encontrado com cocaína e anfetaminas no sangue, em Kent, Inglaterra. O bebé terá morrido a 27 de abril do ano passado, duas semanas após ter sido violentamente maltratado pela mãe, Katherin Cox, e pelo namorado, Danny Shepherd, confore avança o jornal britânico Metro. Na sequência do incidente, entrou em paragem cardiorrespiratória. Após assistido no hospital, o batimento cardíaco foi retomado mas já não conseguiu respirar sem ajuda. Para além disso, Eli tinha 28 ossos partidos, uma lesão cerebral e duas contusões na cabeça. Para além dos ferimentos físicos, foram encontrados no sangue de Eli vestígios de cocaína e anfetaminas, segundo a mesma fonte. A mãe, de 33 anos, e o namorado, de 25, acabaram por ser considerados culpados pela morte do bebé e pela posse de drogas. A polícia encontrou cinco sacos de droga escondidos no jardim da casa onde moravam. Após a autópsia, foi constatado que a lesão mais antiga de Eli seria de sete a nove semanas anteriores à sua morte, o que revelou maus tratos mais antigos. Através de uma amostra de cabelo, foi também verificado que o bebé era drogado com anfetaminas e cocaína. O casal negou as acusações. Porém, o tribunal acabou por considerar o casal culpado. (Imagem ilustrativa)
***** Informações com: CM Jornal

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top