0

"Feliz Dia dos Pais, meu negão", escreveu Anna Victoria Corrêa, de 19 anos, no Facebook, minutos antes de uma briga familiar terminar em tragédia na tarde de domingo (13) na cidade de Guaraci, interior de São Paulo. Logo depois da postagem, o homenageado matou a filha e a mulher com tiros de uma arma calibre 38, de acordo com a polícia.
O crime foi cometido pelo agente penitenciário Ronaldo da Silva Corrêa, de 49 anos, informou ao UOL a Polícia Militar da cidade, que também confirmou a postagem na rede social. Depois de atirar na filha e na mulher, Rosicleia da Silva (46), o rapaz disparou contra a própria cabeça.

Anna Victoria Corrêa e Rosicléia foram mortas pouco depois de um post
da jovem
Enquanto mãe e filha morreram na hora, Ronaldo foi socorrido para a Santa Casa de Barretos, mas não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada de desta segunda-feira.
De acordo com a polícia, a discussão aconteceu por volta das 16h. A vizinhança ouviu a briga que antecedeu os tiros. Um filho do casal, de 5 anos, escutou o barulho e fugiu para a casa dos vizinhos. Quando a polícia chegou, as duas mulheres estavam mortas, mas o autor agonizava.

A criança deve ficar sob a guarda de parentes até que a Justiça decida sobre seu destino. Enquanto o corpo do homem foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Barretos, os corpos de Anna e Rosicleia serão velados nesta segunda-feira em Guaraci.

A Polícia Civil já iniciou as investigações para esclarecer a motivação do duplo homicídio.
 
UOL

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top