0
A Polícia Civil de São Paulo descobriu na noite desta segunda-feira, 2, um túnel que ligava um imóvel na zona sul paulista ao cofre principal do Banco do Brasil,  responsável pela distribuição de montantes da rede.

16 suspeitos de ligação com a construção do túnel foram presos, o grupo era investigado há três meses pela Delagacia de Roubos a Bancos do Departamneto Estadual de Investigações Criminais.
Em entrevista ao Jornal Nacional, o delegado responsável pelo caso, Fábio Pinheiros Lopes, afirmou que o investimento da quadrilha na contrução do túnel foi de R$ 4 milhões. A estimativa do furto era de R$ 1 bilhão.

Os suspeitos foram surpreendidos pela polícia no galpão usado para fabricar as ferramentas utilizadas na escavação do túnel, localizado na zona norte de São Paulo. O túnel, que já possuia 500 metros, foi contruido com estruturas de madeiras e ferro e já estava em fase de conclusão.

O grupo utilizou a mesma estratégia usada pelos assaltantes do Banco Central de Fortaleza. O roubo aconteceu em agosto de 2005 e o grupo conseguiu levar cerca de R$ 164 milhões do BC.
Considerado o maior assalto a banco do país e o sétimo do mundo.  Se o grupo tivesse obtido sucesso na ação, esse assalto passaria a ser o maior já feito a um banco no mundo.

Redação O POVO Online

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top