0
Um bebê com cerca de oito dias de vida foi abandonado debaixo de uma árvore no Bairro Brasília, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. O caso ocorreu na noite deste último sábado (18-11), e só agora divulgado para imprensa. Uma das moradoras do bairro, relatou que a criança foi deixada perto do lixo.
"As formigas já estavam subindo nele, e ele estava chorando. Chorando tanto, que o vizinho escutou", contou a dona de casa Mariene Mota.
Os moradores do bairro relataram que, por volta das 19h de sábado, eles ouviram o motor de um carro parando e logo depois escutaram o choro do bebê. Uma mulher que mora em uma casa próxima onde a criança foi achada tem um filho de nove meses e achou que o choro era do filho. Quando ela foi checar e viu que não era, resolveu sair na rua. Foi quando encontrou o recém-nascido embaixo de uma árvore. A mulher decidiu levar a criança para casa.
Além da mulher que prestou socorro, que não quis se identificar, outras pessoas que presenciaram o fato no bairro se mobilizaram para ajudar o bebê. Foi o caso da esposa do empresário Mário Gusmão. Ela não mora no bairro Brasília, mas estava na casa do pai, que reside no local onde a criança foi deixada. Mário e a mulher tem um filho de seis meses e como ela ainda produz leite, amamentou o bebê que foi abandonado.
"A criança estava chorando muito. Como eu e minha esposa estamos com um filho de seis meses, ela foi e deu de mamar a ele, enquanto o pessoal chamava a polícia. Ele estava arrumadinho, tinha uma sacola com o cueiro e umas fraldas", disse Mário.
O empresário ainda contou que a esposa ficou abalada com o abandono do bebê. "Ela não conseguiu dormir à noite toda. Foi muito chocante", contou.
Após ser resgatado, o bebê foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Estadual da Criança (HEC), também em Feira de Santana, onde a a equipe do berçário já deu um nome a ele: Saul. A pediatra que acompanha o recém-nascido diz que ele está fazendo exames e tomando antibióticos para evitar infecção.
Os médicos acreditam que o bebê tem uns oito dias de vida e está com 3,7 kg. Não há previsão de quando ele vai receber alta.
O Conselho Tutelar está acompanhando o caso e a Polícia Civil também. “Ele está bem e só está aguardando o resultado dos exames para ter alta médica. Depois da alta, ele vai para uma instituição e fica à disposição da Justiça”, contou a conselheira Geisa Oliveira.
A conselheira também disse que a Justiça vai tentar encontrar a família do bebê. A ideia é saber por que ele foi abandonado e mantê-lo com a família. Quem tiver pistas da pessoa que deixou o bebê na rua pode falar com o Conselho Tutelar pelo telefone 75-3226 6753 ou com a Polícia Civil pelo 75-3616 9565.
***** Informações com: G1

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top