0
O governador Camilo Santana (PT) é candidato à reeleição e não descarta uma aliança política com o senador Eunício Oliveira (MDB). O governador falou sobre os assuntos na sexta-feira (29), com exclusividade ao Jornal do Cariri. Para Camilo, a reeleição é um caminho natural, mas as articulações só devem acontecer no próximo ano. Durante a entrevista, o Governador fez um balanço de 2017 e projeções para 2018.
Sobre a aproximação com o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, o governador Camilo disse que existe uma aproximação institucional, mas sem discussão política. “Essa aproximação institucional aconteceu porque eu (Camilo) procurei Eunício para ajudar o Ceará, e ele (Eunício) atendeu ao meu pedido”, disse Camilo.
Camilo destacou que, antes, procurou todos os senadores e deputados federais para fazer o mesmo pedido. “Eunício ocupa, hoje, um dos cargos mais importantes do País,” observou Camilo, ressaltando que, ao fazer o pedido, encontrou as portas do gabinete da presidência do Senado abertas para o Governo do Ceará.
O governador pontuou que a parceria tem sido muito importante para a liberação de recursos, como o empréstimo de R$ 400 milhões para a Saúde. “Eunício tem nos ajudado. Se isso vai resultar em uma aliança política, vamos tratar no próximo ano,” disse Camilo, garantindo que, hoje, sua preocupação é a administração do Estado.
Para Camilo, essa aproximação é uma demonstração de maturidade política. “Agora, imagine se, por uma questão de capricho, eu não tivesse procurado Eunício. Da mesma forma, se Eunício tivesse se recusado ajudar o Ceará pelo fato de sermos adversários. Quem iria perder? Claro que seria o povo cearense”, observou Camilo.
*** Informações com Ceará News 7

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top