0

 O crime ocorreu por volta das 20:30h, em um local mais afastado de casas, no bairro Acampamento, em Varjota. A vítima foi João Muniz Leitão, nascido em 11/06/78, residente no citado bairro, filho de Daniel Rodrigues Leitão e Fleurismar Muniz Aragão. Nossa reportagem compareceu ao local, onde o policial Barroso informou que a Polícia Militar local foi comunicada sobre o fato e ao chegarem ao local, constataram. 

Já encontraram a vítima sem vida, sozinha, dentro de seu carro (fotos), mas que no momento da ocorrência, segundo populares, João estaria acompanhado de sua namorada, dentro do veículo, quando chegaram elementos, que tomaram o celular da namorada dele, e em seguida atiraram contra o mesmo. Há suspeitas de que a vítima pode ter feito algum movimento, que levou aos autores a suspeitar que ele poderia estar tentando reagir.
Assim, a principal suspeita, a princípio, é de latrocínio (roubo seguido de morte). 
A reportagem da Seara FM 102,7 com exclusividade, acompanhou todo o trabalho da perícia Forence, representada pelo Perito Dr. Josemir, que teve início as 23:30 e durou uma hora. Na ocasião foram periciados o corpo e o carro da vítima.
Ao final, o Perito informou a nossa reportagem que até a Perícia constatou apenas 1 (uma) perfuração a bala, na região da cabeça de João. 


O cartucho foi encontrado dentro do carro.
João era muito conhecido em Varjota e como um cidadão de bem, trabalhador, e sem nenhum envolvimento com crimes.
A população toda lamenta a perda deste grande varjotense.
O reforço policial do CPI Norte continua em Varjota, apenas houve troca de equipes e a Força Tática da PM de Santa Quitéria também estão fazendo parte do reforço policial que está permanente. 

Mais uma vez o comandante da CIA da PM de Santa Quitéria, Tenente Diogo, realiza diligências pessoalmente em Varjota.

NOSSOS SENTIMENTOS A TODA A FAMÍLIA ENLUTADA, E QUE O SENHOR DEUS A CONSOLE.



Fonte e fotos: RobertoLiraaNoticia

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top