0
A mãe de Ítalo Marques diz que a campanha para arrecadar dinheiro para a compra de medicamento importado é apenas uma parte do tratamento. Ítalo - e muitas outras pessoas - precisam de transplante de medula


Ítalo faz tratamento contra leucemia e busca um doador compatível de medula óssea

A família do estudante Ítalo Marques, de 17 anos, comemora os números alcançados pela campanha feita para arrecadar dinheiro visando a compra de medicamento para o combate à leucemia. Neste momento, o arrecadado está em R$ 50 mil — mais da metade dos R$ 90 mil do medicamento genérico recomendado pelo médico. O Clorafabine, remédio de marca, custa R$ 280 mil, e ainda não é comercializado no País.

Mas, para a mãe de Ítalo — a professora Lindalva Marques —, a campanha financeira é menor que a derradeira campanha: para doação de medula óssea. “A campanha financeira beneficia somente o Ítalo, diferentemente da campanha de doação, que ajuda todas as pessoas”, diz. Lindalva incentiva a doação, lembrando ainda que não é preciso ter “medo”: “São só 2ml de sangue, em pouco dias o doador se recupera”.


A doação de medula também é importante para Ítalo visto a necessidade que ele tem de um transplante. “O Clorafabine só vai remir a doença, para proporcionar o transplante”, conta Lindalva.

Em Fortaleza, é possível doar no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), localizado na av. José Bastos, 3390, no Rodolfo Teófilo. Pessoas de 18 a 55 anos, que não tenham feito quimioterapia ou radioterapia e nem tenham doenças sexualmente transmissíveis, podem doar das 7h30min às 18h30min, de segunda a sexta-feira — ou das 8h às 16h, nos sábados, e das 8h às 13h, aos domingos.

#Forçaítalo
Além da campanha, a família busca adquirir o medicamento via ação judicial, para obrigar o Estado a bancar a compra do remédio. Lindalva conta que, em um primeiro momento, o medicamento será receitado por uma semana, em um período probatório. Uma caixa, com 25 ampolas, equivale a cinco dias de tratamento. Após análise dos resultados, a equipe médica que atende Ítalo analisará a continuidade ou não da recomendação.

Para arrecadar dinheiro, a família ainda organiza eventos. No sábado, 7, haverá um, no colégio onde Ítalo estuda, 21 Educar, localizado na av. N, nº 1240 — Conj. Prefeito José Walter. Será possível, mediante uma quantia de R$ 7, participar de torneios de futsal, basquete, videogame, totó, ping-pong, xadrez, dama e tiro ao alvo.

Saiba mais
A família fez uma página no Facebook para divulgar os passos da campanha: já são mais de 3.800 “curtidas”. Por lá, celebridades, como o cantor Waldonys, também aderiram à corrente, por meio de vídeos que gravaram conclamando a solidariedade.


Fonte: Redação O POVO Online

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top