0
Uma operação da Polícia Civil do Ceará prendeu 14 suspeitos de tráfico de drogas em Fortaleza. A droga seria destinada, segundo a Polícia, para uma festa rave em uma barraca na Praia do Futuro. Boa parte dos entorpecentes era de droga sintética. A maioria dos presos era de classe média alta

Segundo a titular da DCTC, Patrícia Bezerra, foram apreendidos cerca de R$ 220 mil em drogas sintéticas. Eles eram responsáveis pela comercialização de drogas em festas rave em uma barraca na Praia do Futuro (Regional 2). A Polícia Civil montou uma operação para prendê-los em flagrantes em uma festa rave, ocorrida no último dia 14. As prisões também ocorreram em bairros nobres como Dionísio Torres, Dunas, Papicu, Aldeota e Meireles (Regional 2) e no bairro de periferia Pirambu (Regional 1).
As prisões têm relação com outras detenções realizadas no dia 11 de julho. Nela, foi preso Mário Ítalo Savi, principal responsável pelo tráfico de drogas sintéticas no Estado, segundo a delegada, principalmente na conexão Natal-Fortaleza. Com a prisão de Savi, de acordo com a delegada, outras pessoas assumiram o papel de ser o principal fornecedor desse tipo de droga.

Com o grupo, foram encontrados milhares de comprimidos e cápsulas de drogas como ecstasy, LSD e MDMA (um cristal alucinógeno) e cigarros de maconha . De acordo com a Polícia Civil, a quadrilha foi desarticulada a partir de uma operação ocorrida em julho, que resultou na prisão de 11 pessoas.

Fonte: O Povo

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top