0
Dor de cabeça é um mal que aflige muitas. Elas podem ser leves ou até mesmo insuportáveis.

Os motivos variam:

- Bebida alcoólica
- Insônia ou noite maldormida
- Má postura
- Certos alimentos industrializados
- Pular refeições
- Estresse ou preocupação
- Desidratação

Para acabar com as dores na cabeça, a solução mais fácil é tomar algum analgésico.

O problema é que isso pode ter, mais adiante, graves consequências.

Analgésicos são drogas que, se consumidas em grande quantidade e de forma indiscriminada, podem prejudicar nossa saúde.

De acordo com relatório do Instituto Nacional de Excelência Clínica e de Saúde (Nice, na sigla em inglês), da Grã-Bretanha, "Pessoas que ingerem medicamentos regularmente, como aspirina, paracetamol e triptan, podem estar causando mais dor do que alívio a si mesmas".

O mesmo relatório informa: "Enquanto tratamentos de farmácia são eficientes para aliviar dores de cabeça ocasionais, acredita-se que 1 em cada 50 pessoas sofra dores causadas pelo excesso de medicação, e a incidência é cinco vezes maior entre as mulheres."

Ou seja, muitas pessoas se encontram em estado de dependência, após entrar em um "círculo vicioso" de alívio da dor, o que acaba causando ainda mais dores de cabeça.

Tente vencer a dor de cabeça de forma natural.

Mas antes é preciso ir a um bom médico para que ele investigue e descarte algum problema mais sério.

Veja os oito remédios naturais que trouxemos:

1.Limão

Este é um aliado antigo para combater as dores na cabeça.

Você pode usar o suco fresco, chá e a casca do limão, pois todos são superúteis.

Se optar pela casca, rale-a finamente, machuque-a, como se formasse uma pasta e aplique na testa.

Depois, lave bem com água e sabão e não se exponha ao sol.

2.Chá de gengibre.

Rale o gengibre e coloque na água fervente para fazer um chá.

Tome 3 vezes por dia.

Este chá vai reduzir a dor no mesmo período de tempo que uma aspirina, não é ótimo?

A receita é comum na Ásia e usada há séculos.

3. Camomila

Uma erva muito usada para combater enxaqueca.

Faça o chá e consuma 3 vezes por dia.

Seu segredo está na poderosa substância que contém, chamada “partenolídeo”.

4. Cravo

Sabe aquela dor na cabeça que é pulsante?

O cravo alivia!

Basta colocar alguns dentes de cravo para ferver numa panela com água e depois fazer inalação.

5. Óleo de lavanda

Você só precisa cheirar o perfume do óleo essencial de lavanda.

Há duas opções: ou derrama algumas gotas num tecido para inalar o cheiro ou adicione uma gota de óleo em uma xícara de água fervente – daí você inala o vapor.

6. Casca de laranja

Esta é uma excelente dica.

Além de tratar dor de cabeça, enxaqueca e controlar colesterol, o chá de casca de laranja é anti-inflamatório, melhora a digestão e desintoxica o fígado.

Pegue uma laranja, de preferência orgânica, e lave muito bem a casca.

Descasque-a e ponhe a casca para secar num ambiente livre de umidade por 24-48 horas.

Quando a casca estiver secar, ferva essa casca em um litro de água por cinco minutos e tome durante o dia.

Se quiser, adicione 10 cravos-da-índia durante a fervura.

7. Magnésio

Esta é um nutriente que precisa ser consumido diariamente, pois reduz a enxaqueca com eficiência.

O que acontece é que este mineral ajuda a tranquilizar os nervos, que ficam muito agitados durante a dor.

Outra coisa interessante é que alguns estudos descobriram que quem tem enxaqueca tende a ter deficiência de magnésio.

8. Sal do Himalaia e limão

Esta receita é uma dica do livro "The Ultimate Healing System: The Illustrated Guide to Muscle Testing & Nutrition", do dr. Donald Lepore.

O sal do Himalaia é vendido em lojas de produtos naturais, delicatessens e em bons supermercados.

Esprema o limão e adicione meio copo de água.

Depois, coloque as duas colheres (chá) de sal do Himalaia, mexa bem e tome na hora.

Esta bebida é para ser tomada durante a crise de enxaqueca e é mais eficiente quando ingerida no início da crise.

A maioria sente grande e imediato alívio da dor e, se for tomada logo no início, como recomendamos, a crise é abortada.

Hipertensos, por precaução, não devem fazer esta receita ou, antes, perguntar ao médico se podem consumir sal do Himalaia.

Essas receitas não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico.

Via curapelanatureza

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top