0
Um homem foi preso após confessar ter matado o namorado, de acordo com a polícia, em São Paulo. O suspeito conviveu com o corpo durante dias no apartamento da vítima em São Paulo. Em entrevista à Rede Record, Dênis afirmou que tinha um relacionamento com José há pelo menos três meses. Segundo o suspeito, José havia trancado a porta do apartamento com o intuito de ficar com o homem.
— A gente estava bebendo e ele colocou vídeo pornô na televisão e não queria deixar eu sair e, no desespero, eu fiz o que fiz. Eu nunca tive um relacionamento com ele, apenas amizade. O crime só foi descoberto porque José não aparecia no trabalho havia dois dias. Os amigos de profissão foram até o condomínio e perceberam que as janelas estavam abertas. No entanto, a vítima sempre trancava as janelas de seu apartamento. Os funcionários, então, chamaram um chaveiro para abrir a casa. Ao entrarem na casa, perceberam que vários móveis estavam fora do lugar. Os colegas encontraram a vítima enrolada em um saco de lixo, com uma pilha de roupas por cima, que o suspeito fez na tentativa de esconder o corpo. O suspeito voltou ao apartamento todos os dias depois de ter cometido o crime. Após matar José, Dênis ainda comeu e tomou banho na casa do namorado. O suspeito confessou, ainda, que fez saques bancários no cartão da vítima. Em outra ocasião que o suspeito voltava ao apartamento, foi pego pelos vizinhos, que o seguraram até a chegada da polícia. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Dênis manteve a mesma frieza desde que lhe foi preso.
— Ele tinha um relacionamento com a vítima. E, por outras questões, os dois se desentenderam. O suspeito é muito frio, se comporta de forma muito tranquila quanto ao fato. Imagens Ilustrativas
*****R7

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top