0
 Uma discussão acalorada e até ameaça de morte entre políticos da cidade de Patos no Sertão do estado foi travada em um grupo de WhatsApp nesta segunda-feira (6).
O presidente do PTN no município, Gustavo Ramos escreveu na social que o pré-candidato a vereador Cícero Cirino estava fazendo baderna nas ruas do município e a sorte do postulante a uma vaga na câmara é que ele não é policial, nem estava perto dos movimentos liderados por Cícero Cirino. “Pegaria você, colocaria calcinha da Gretchen e dava uns tapões na frente de todos para desmoralizar de vez”, postou o presidente do partido.
Ele também gravou um áudio e tachou o pré-candidato de vagabundo: “Se você cruzar comigo e quiser topar comigo a gente acerta. Não estou ameaçando ninguém, Estou respondendo a um agitador sem vergonha e barato. Tenho medo de você não. Você vindo só dou em croque em você”.
Resposta
Em resposta, o pré-candidato declarou: “Tu és um veste calça porque o camarada quando fica fazendo ameaças pela internet é sinal que é o cabra mais frouxo de Patos. Agora me procura porque quem vai levar meia dúzia de tapas é você”.
Cicero Cirino disse em áudio: “Se tu inventar de botar uma ponta de dedo em mim encho tua cara de bala. Quer apostar? Faz um teste. Encho tua cara de bala vagabundo”
Veja o áudio no link abaixo: Imagem Ilustrativa
*****Diário do Sertão 



Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top