0
A semana se encerrou com 45 açudes cearenses chegando ao volume morto e outros 25 completamente secos. As informações são da Companhia Cearense de Gestão e Recursos Hídricos (Cogerh). Nenhum açude está sangrando no Estado e também não há mais nenhum açude com nível acima de 90%.
De acordo com o monitoramento da Cogerh, na última semana os açudes Jaburu II, em Independência entrou na cota de volume morto e o São Domingos II, no município de Caririaçu, passou a ser considerado seco.
Dos 153 reservatórios monitorados pelo órgão nenhum está com nível acima de 90%. Outros 129 estão com volume abaixo de 30%. Juntos os açudes podem armazenar 18,64 bilhões de metros cúbicos mas, atualmente, os açudes cearense acumulam apenas 9,41%.
A Bacia do Baixo Jaguaribe, formada por um único açude, o Santo Antônio Russas, no município homônino, está com 0,25% de sua cota. A Bacia do Curu e do Banabuiú são as que apresentam os outros dois níveis mais baixos, 2,24% e 2,47%, respectivamente. A melhor situação é observada na Bacia do Litoral, que apresenta 36,68%.
Os três maiores açudes do Estado também estão em situação preocupante. O Castanhão, maior do Ceará, apresenta 6,75% de todo o total que pode comportar, enquanto o Orós, segundo maior, tem 21,92%. O Arrojado Lisboa, em Banabuiú, terceiro maior do Ceará, se encontra com 0,59%.
*** Informações com Diário do Nordeste

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top