0
O volume médio dos 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) do Ceará apresenta um volume de 12,85%. De acordo com a  Cogerh destacam-se os açudes Quandú, Caldeirões e Maranguapinho que iniciaram sangria.

Foram registrados aportes em 68 açudes, destacando-se os açudes Acarape do Meio, Angicos, Araras, Arneiroz II, Banabuiú, Castanhão, Caxitoré, Cedro, Edson  Queiroz, Figueiredo, Frios, General Sampaio, Jaburu I, Orós, Pedras Brancas e Taquara. Este aporte permitiu que o açude Quincoé deixasse de estar seco.

De acordo com a Cogerh, também houve registro de chuvas em 76 postos pluviométricos monitorados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), destacando-se as seguintes chuvas superiores a 46 mm, acumuladas em 24 horas: 112,4 mm (posto Escola Prof. Luíza Teodoro, no município de Pacatuba); 103 mm (posto Messejana, no município de Fortaleza); 98 mm (posto Sítio Sapucaia Fagundes, no município de Aquiraz); 56 mm (posto/município de Cascavel).

Volume de água nas bacias

Atualmente, o volume de água das bacias está distribuído: Litoral (40,44% ), Alto Jaguaribe (30,71%), Coreaú (37,15%), Metropolitanas (10,01%), Serra da Ibiapaba (17,16%), Médio Jaguaribe (8,98%), Salgado (17,34%), Acaraú (2,89%), Banabuiú (2,89%), Sertões de Crateús (4,41%), Curu (19,95%) e Baixo Jaguaribe (0,23%).

Nos últimos sete dias, destaca-se o aporte no açude: Orós, Gameleira, Rosário, Taquara e Castanhão. No ano de 2016, já foi registrado um aporte total de 503,03 milhões m³.

G1/CE

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top