0
O autor da marchinha do "Japonês da Federal", que foi lançada no fim do ano passado e virou hit na internet, correu para fazer uma nova versão da música, depois da prisão do seu principal protagonista, o agente Newton Ishii, nesta quarta-feira. Com a mesma melodia, a nova letra do advogado Thiago Rocha diz: "Ai meu Deus. Se deu mal. Foi preso em Curitiba o Japonês da Federal". O agente, que se celebrizou ao escoltar presos da Lava Jato à carceragem da PF, como Marcelo Odebrecht e José Dirceu, se entregou ontem à Superintendência do órgão no Paraná, após a Vara de Execução Penal da Justiça Federal, em Foz do Iguaçu, expedir um mandado de prisão contra ele. Um dos alvos da Operação Sucuri, de 2003, ele foi condenado pelo crime de facilitação do contrabando.
Antenado com os acontecimentos no mundo da política, Thiago Rocha também lançou nesta quinta-feira a marchinha da deputada Tia Eron, que faltou à sessão do Conselho de Ética da Câmara que poderia levar adiante o pedido de cassação do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). "Tia Eron... O que será que aconteceu? Por que você se escafedeu? Entendo se alguém. Mandou você se esconder. Quem pode manda... Quem tem juízo é bom obedecer!".
*** Com Informação Eduardo Gonçalves, de São Paulo cia Revista Veja.

Postar um comentário

Você Repórter

Você Repórter
 
Top